Notícias: Airbus promete aumentar vendas do jumbo A380

Vista do primeiro jato Airbus A380, o superjumbo: analistas da indústria dizem que a segunda década do jato traz maiores incerteza sobre demanda do que a primeira-foto REUTERS

Vista do primeiro jato Airbus A380, o superjumbo: analistas da indústria dizem que a segunda década do jato traz maiores incerteza sobre demanda do que a primeira-foto REUTERS

Paris – A europeia Airbus prometeu nesta sexta-feira ampliar as vendas de seu superjumbo A380, enquanto o maior avião de passageiros do mundo se prepara para celebrar o aniversário de 10 anos sem novas encomendas aéreas desde 2013.

“Este será um ano muito bom para entregas e encomendas do A380”, disse o diretor de vendas John Leahy, adicionado que a fabricante de jatos tem negociado com “várias empresas aéreas”.

A próxima segunda-feira marca 10 anos do vôo inaugural do modelo, passo importante nos esforços da fabricante de aviões para competir em igualdade com a Boeing e desafiar o que fora uma máquina de fazer dinheiro para sua arquirrival, o 747 jumbo.

Coincidindo com as celebrações há o fato de o A380 estar prestes a atingir o ponto médio das entregas de aviões encomendados desde seu lançamento, deixando menos para montar do que os que estão em serviço.

As vendas de jatos de quatro motores caíram devido a melhoras em bimotores mais leves, colocando pressão sobre o A380 e, especialmente, o agora decadente 747.

A Airbus oficialmente vendeu 317 A380, hoje a 428 milhões de dólares cada. A empresa já entregou 158 unidades e fontes da indústria dizem que vai entregar mais uma na segunda-feira, passando o ponto médio, evento que ocorre geralmente no final do tempo de vida de um grande programa de aeronaves.

Leahy rebateu afirmações de que o A380 está chegando a um ponto de inflexão, dizendo que logo haverá novas encomendas. A Airbus também diz que o jato vai passar a ser lucrativo como planejado no final deste ano.

Mas analistas da indústria dizem que a segunda década do jato traz maiores incerteza sobre demanda do que a primeira.

“O A380 pode ter um longo período de volumes fracos até chegar a uma segunda onda de encomendas”, disse Nick Cunningham, analista aeroespacial na agência Partners.

A Airbus está sob pressão da cliente Emirates para atualizar a aeronave com motores novos e aumentar o apelo. Especulações de um acordo para montar o que a empresa chama o A380neo aumentaram nesta semana, após a Emirates anunciar uma grande encomenda de motores Rolls-Royce para parte da sua frota existente.

Fonte: Da REUTERS

Publicado em abril 24, 2015, em Notícias e marcado como , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: