Notícia: Voos da Air France para o Brasil começam a ser normalizados

Jacky Naegelen/Reuters

Jacky Naegelen/Reuters

Brasília – Após quase duas semanas de greve dos pilotos da Air France, empresa do grupo franco-holandês Air France–KLM, os voos entre Brasil e França começaram a ser normalizados hoje (29). Nesse domingo (28), o principal sindicato dos pilotos anunciou o fim da greve.

A empresa informou, por meio de nota divulgada pela assessoria de imprensa, que todos os voos entre o Aeroporto Charles de Gaulle, de Paris, e os aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, e o Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, voltaram a operar nesta segunda-feira.

Entretanto, o voo AF520 que partiria de Paris para Brasília, às 13h30 (8h30 no horário da capital federal), e o voo AF515 que sairia do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, às 22h40, para Paris, foram cancelados. Segundo a assessoria, não há voos entre Brasília e Paris às terças-feiras. A previsão é que, na quarta-feira (1º), os voos entre Brasília e Paris já estejam normalizados.

A assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores informou que um funcionário do consulado brasileiro está no aeroporto para auxiliar os passageiros e relatou que a Air France tem cumprido suas obrigações de hospedagem e alimentação. Uma das orientações é guardar os comprovantes de gastos para possível comprovação de custos feitos. A assessoria do Itamaraty disse que não recebeu relatos, por parte dos brasileiros, de nenhum incidente mais grave e que os passageiros estão conseguindo remarcar as passagens ou serem realocados em voos de outras companhias aéreas.

A assessoria da Air France no Brasil informou que os passageiros com viagem marcada até o dia 30 de setembro podem adiá-la, sem custo adicional, por meio da alteração da reserva. “Para os clientes cujos voos foram cancelados, o bilhete será devolvido na íntegra, sem qualquer custo. Os passageiros ainda podem receber um crédito válido por um ano na Air France ou KLM em caso de adiamento da viagem depois de 30 de setembro de 2014, mudança de destino ou ponto de partida e cancelamento”, informa a nota.

A greve da Air France, que começou dia 15, foi a mais longa desde 1998 e, segundo a companhia aérea. Os prejuízos podem ter chegado a 20 milhões de euros por dia.

Ana Cristina Campos, da Agência Brasil

Fonte: Site Exame/abril

 

Publicado em setembro 29, 2014, em Notícias e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: