Notícia:Presidente do TST autoriza a greve mas com restrições

Pela determinação do ministro do TST(Tribunal Superior do Trabalho)Carlos Alberto Reis de Paulo , 100% dos funcionários de tráfego aéreo, 70% dos empregados das áreas de segurança e operações e 40% dos demais funcionários devem voltar ao trabalho, mas autoriza a continuação da greve por não haver ilegalidade. A paralisação  se iniciou nesta quarta atingiu 60 aeroportos e atrasou decolagens em todo o Brasil.

Greve continua, foto:site noticias.bol.uol

Greve continua, foto:site noticias.bol.uol

Ele determinou multa de R$50 mil por dia ao Sindicato Nacional dos Aeroportuários(Sina), que representa os servidores no caso do descumprimento da decisão. A Infraero pediu multa diária de R$ 100 mil no caso de descumprimento e pediu que o TST considerasse a paralisação “abusiva e ilegal”. A empresa destacou que no pedido não foram respeitadas todas as possibilidades de negociação.

 

Carlos Alberto Reis de Paulo rejeitou o argumento e agendou uma nova audiência de conciliação para o dia 6 de  agosto ás 14h, para uma nova tentativa de negociação entre a empresa e empregados. Os grevistas pedem um aumento salarial de 16% e ganho real nos benefícios como auxilio-creche, alimentação e combustível.

 

Por Walter Ferreira

Publicado em agosto 1, 2013, em Notícias e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: