Notícia:Asiana defende a competância da tripulação

 

 

Imagens apontam que o avião perdeu parte da cauda e pegou fogo (Foto: Reprodução/KTVU/CNN)

Imagens apontam que o avião perdeu parte da cauda e pegou fogo (Foto: Reprodução/KTVU/CNN)

O Presidente da South Korea Asiana Airlines defendeu a competência dos seus piltos nesta terça-feira(9),depois de relatório das autoridades sul-coreanas revelando que o piloto do avião  Lee Kang-Kuk  de  46 anos , tinha apenas 43 horas de voo em um Boeing 777-200, uma das aeronaves mais seguras do mundo.

 

Investigadores norte-americanos informam que o avião estava em baixa velocidade no momento do pouso, perdendo sustentação e
batendo em um paredão próximo da pista do aeroporto de San Francisco costa oeste dos Estados Unidos. O chefe-executivo da empresa Yoon Young-Doo, vai até a California para se encontrar com autoridades de segurança e com as vítimas do acidente.

 
Segundo o executivo que declarou “sentir uma imensa responsabilidade pelas vítimas do acidente” durante a entrevista coletiva
em Seul anes de viajar para São Francisco, onde se encontrará com autoridades da aviação Civil norte americana. A empresa informou que o instrutor responsável pela formação de pilotos de 777, Lee Jung-Min piloto com grande experiência, recebeu a licença de instrutor apenas um mês antes do acidente. Ele era responsável pela formação do colega Lee Kang, que no sábado pousava pela primeira vez no aeroporto americano com aeronave tipo Boeing.

 
“Não é anormal. Todos os instrutores passam pelo primeiro dia como instrutores”, argumentou um porta-voz da Asiana. O instrutor tem milhares de horas de voo, com 3000 pilotando aviões Boing 777. Nesta segunda feira os investigadores começaram a interrogar os quatro pilotos e até o momento á hipótese de falha humana. Deborah Hersman, diretor da Agência Nacional de Segurança dos Transportes(NTSB) dos Estados Unidos declarou “Era sua primeira experiência operacional em um 777”. Gravações da caixa preta revelaram que a tripulação tentou  acelarar e pediu para á torre de controle abortar o pouso e recuperar altitude, mas foi tarde.

 
Um acidente acontece por várias causas, ainda é muito cedo apontar os motivos, mas segundo especialistas e pilotos provavelmente o Boing tenha caído por falha humana, já que as primeiras notícias informam que a aeronave estava com velocidade de pouso abaixo do que é estipulado pelo fabricante causando o que em jargão aeronáutico é chamado de Estol(do inglês Stall) que é a perda de sustentação do aparelho fazendo perder altitude  rapidamente.

 

Por Walter Ferreira

Publicado em julho 9, 2013, em Notícias e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. WallisBus escritor hehehe

  2. kkkkkkkkkkkk a vá

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: