Notícia: Embraer anuncia o E Jets-E2.

A fabricante brasileira Embraer anunciou hoje(17), o lançamento da segunda geração dos jatos comerciais E-JETS E2 – E175-E2, E190-E2 e E195-E2. O E 190-E2, que deverá entrar em serviço no primeiro semestre de 2018, já o E195-E2 está programado para entrar em serviço em 2019 e o E175-E2 programado para  2020.

Nova Geração do E-Jets E-2

Nova Geração do E-Jets E-2,foto divulgação.

O E175-E2 foi estendido em uma fileira de assentos e terá capacidade para até 88 passageiros, enquanto o E190-E2 mantém a mesma configuração de assentos que acomoda até 132 passageiros. Outras novidades são a combinação de uma nova asa aerodinamica, de formato único, com maior alongamento. Também houve  aprimoramentos de sistemoas aviônicos, como a quarta geração de comandos de voo fly-by-wire, e os motores de alto desempenho da Pratt & Whitney PurePowerTM Geared Turbofan (PW1700G no E175-E2 , PW1900G no E190-E2 e E195-E2) que resultará em redução no consumo de combustível, nas emissões, ruido e custo de manutenção e aumento na disponibilidade das aeronaves.

E 175-  E2

E 175- E2,foto divulgação

A cabine interna continua sem o assento do meio e a empresa de design Priestmangode, do Reino Unido, foi contratada para  desenvolver, conjuntamente com a Embraer a cabine da nova aeronave, melhorando a experiência do passageiro e entregando um
ambiente mais confortável. Outros parceiros como a Liebherr (sistemas de controle de flaps e slats), Moog (fly-by-wire),  Rockwell Collins (sistema de controle do estabilizador horizontal), UTC Aerospace Systems (rodas, freios, APU e sistema elétrico), Intertechnique (sistema de combustível, composto pelos componentes para alimentação dos motores e da Unidade de Potência Auxiliar – APU, na sigla em inglês -; abastecimento sob pressão e transferência de combustível), Crane Aerospace & Electronics (módulo de controle eletrônico  para o trem de pouso, sistemas de controle do freio e sensores de proximidade), Triumph (segmentos da fuselagem, leme e profundor) e  Aernnova Aeroespacial (empenagens vertical e horizontal), que já foram anunciados anteriormente completam as novidades dessa nova geração.

E 195-E2

E 195-E2,foto divulgação

O fabricante estima que o investimento para o desenvolvimento dos novos modelos E-Jets E2 será de U$ 1,7 bilhão ao longo dos próximos oito anos. A Embraer detém 42% do mercado no segmento de jatos regionais; mais de 950 E-Jets foram entregues até o momento para 65 cliente de 47 países.

E195-E2

E195-E2,foto divulgação

Segundo o presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial:“Nossa estratégia é oferecer todas as vantagens de um avião totalmente novo, mas com a confiabilidade de uma plataforma madura e a  comunalidade com atual geração de E-Jets,temos investido continuamente no programa dos E-Jets com o objetivo de manter nossos clientes competitivos com os aviões
que têm os menores custos operacionais e maior apelo junto aos passageiros, hoje e no futuro. Estou confiante de que com a nossa  sólida rede global de suporte, custos operacionais atraentes e a cabine de passageiros que é uma referência no mercado, os clientes
existentes e potenciais reconhecerão os benefícios dos E-Jets E2.”

 

Por Walter Ferreira

Publicado em junho 17, 2013, em Notícias e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: